MOVIMENTO PELO INTERIOR REALIZA PRIMEIRA CONFERÊNCIA EM BRAGANÇA

O recém criado Movimento pelo Interior, aberto a todas as personalidades e instituições que queiram aderir para que se defina, em concreto e bem faseado no tempo, um conjunto de medidas de políticas públicas e que, num prazo de 12 anos (3 legislaturas), seja clara a reversão da situação que hoje se vive nos territórios do Interior, vai realizar cinco conferências regionais e um grande debate nacional em Lisboa. A primeira já está agendada para a cidade de Bragança, no próximo dia 2 de fevereiro, no Auditório Paulo Quintela, com início às 14.30h.

Os oradores convidados para esta primeira conferência são: Hernâni Dias, Presidente da Câmara Municipal de Bragança; João Teixeira, Presidente do Instituto Politécnico de Bragança, e Miguel Pinto, Diretor-geral da Kathrein Automotive.

Segundo os proponentes “os diagnósticos estão feitos e não podemos perder mais tempo. Impõe-se uma nova forma de lutar e de combater as injustiças económicas e sociais.”

Recorde-se que este Movimento tem o alto patrocínio de Sua Excelência o Senhor Presidente da República e já apresentou Jorge Coelho, Miguel Cadilhe e Pedro Lourtie como coordenadores para as políticas de Ordenamento do Território, Fiscal e da Educação.

O Movimento pelo Interior – em nome da coesão, tem como proponentes Álvaro Amaro, presidente da Câmara Municipal da Guarda e presidente dos Autarcas Social Democratas; Rui Santos, presidente da Câmara Municipal de Vila Real e presidente dos Autarcas Socialistas; António Fontaínhas Fernandes, reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas; Nuno Mangas, presidente do Instituto Politécnico de Leiria e presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Politécnicos de Portugal; Fernando Nunes, empresário e presidente do Grupo Visabeira; Rui Nabeiro, empresário e fundador do Grupo Delta, e José Silva Peneda, ex-presidente do Conselho Económico e Social.